Após sair de parque, mãe e filha são feitas reféns em São Paulo

Vítimas foram abordadas ao sair do Parque Villa Lobos, na região de Pinheiros. Criminosos eram adolescentes e foram presos pela polícia

Agência Estado |

Agência Estado

Uma professora, de 56 anos, e a filha, de 26, ficaram cerca de duas horas e meia em poder de três criminosos, dois deles adolescentes, de 12 e 17 anos, após serem rendidas no estacionamento do Parque Villa Lobos, região de Pinheiros, zona oeste da capital. Segundo a polícia, o rapaz de 17 anos já esteve internado por duas vezes na Fundação Casa (antiga Febem), por tráfico de drogas.

Bahia:  Corpo de menina de 4 anos é encontrado em piscina na Costa do Sauípe

Quando se aproximavam do Volkswagen Jetta preto, pois já iam embora, por volta das 17h45, mãe e filha foram abordadas pelo trio e não perceberam que pistola que o adolescente de 12 anos portava era de brinquedo. Ambas foram obrigadas a entrar no carro. Após circularem com as vítimas pelas ruas e por uma favela do Jaguaré, o trio resolveu levar as vítimas para o hipermercado Carrefour da avenida dos Autonomistas, na região central de Osasco.

O garoto de 12 anos ficou com a incumbência de manter a advogada refém dentro do carro enquanto a mãe dela, acompanhada dos outros dois bandidos, iria fazer compras com a dupla numa loja outlet da Nike dentro do hipermercado. O comerciante estranhou a atitude dos dois rapazes que estavam ao lado da professora e ligou para o 190, acionando a PM.

"Chegamos à loja quando eles ainda estavam no caixa da loja e demos voz de prisão", disse o soldado José Edson Ferreira, da 3ª Companhia do 14º Batalhão, em Osasco. As vítimas foram libertadas sem ferimentos e os três encaminhados ao 5º DP, em Osasco.

    Leia tudo sobre: refénsvilla lobosassaltopinheiros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG