Hospital São Paulo suspende cirurgias e alega falta de recursos federais

Atendimento de urgências, emergências e dos pacientes já internados no hospital universitário da Unifesp está mantido

Agência Brasil |

Agência Brasil

O Hospital São Paulo, hospital universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), suspendeu internações temporariamente alegando falta de recursos federais. O atendimento de urgências e emergências, assim como dos pacientes já internados, está mantido.

Leia também:  Bombeiros controlam incêndio no Hospital São Paulo

“A instituição aguarda o repasse do Programa Rehuf [Programa Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais] para normalizar suas atividades”, diz texto de nota assinada pela reitoria da universidade e pelo Conselho Gestor do Hospital Universitário da Unifesp.

O comunicado informa que, em 2011, o hospital recebeu do Ministério da Saúde R$ 98,9 milhões referentes aos repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) e R$ 45,2 milhões do Programa Rehuf. “Em relação a 2012, o hospital recebeu R$ 37,5 milhões do SUS [até maio], mas não recebeu nenhuma parcela referente ao Programa Rehuf deste ano”, acrescentou a instituição.

O Ministério da Saúde confirmou os valores, mas afirma que não há atrasos nos repasses de recursos do Rehuf. “Os recursos do Rehuf são feitos em duas parcelas. A última, no valor de R$ 4,9 milhões, foi liberada para este hospital [Hospital São Paulo] em dezembro de 2011. E, agora, em julho de 2012, assim como os demais hospitais universitários, ele receberá mais uma parcela”, disse, em nota.

O Ministério da Saúde ressaltou, ainda, que repassou R$ 1,9 bilhão em 2011 para os hospitais universitários e que, em 2012, o valor chegará a 2,4 bilhões, “repassados regularmente para custeio e investimentos”.

O Hospital São Paulo atende 15 mil pacientes por mês e tem aproximadamente 700 leitos. Mensalmente, são realizadas mais de 90 mil consultas, 2,6 mil internações, 1,6 mil cirurgias e cerca de 290 mil exames laboratoriais. Diariamente, são atendidos cerca de 4 mil pacientes ambulatoriais e mil nos serviços de pronto-socorro e pronto atendimento.

    Leia tudo sobre: Hospital São Paulohospitalcirurgias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG