Ação na Cracolândia faz 6 meses com só 4kg de drogas apreendidos desde janeiro

Nos 15 primeiros dias da operação, mais de 60 quilos de entorpecentes foram apreendidos. De lá para cá, ação que desloca 288 PMs diariamente tirou das ruas 4kg de entorpecentes

iG São Paulo |

A operação policial na Cracolândia completa seis meses nesta terça-feira (03). Criada para combater o tráfico e o consumo de drogas na área central de São Paulo, a ação Centro Legal, coordenada pelo governo, prefeitura e Polícia Militar (PM), não apreendeu mais do que quatro quilos de drogas nos últimos cinco meses e é alvo de críticas e ação do Ministério Público (MP) do Estado.

Pai da Cracolândia: Tenta botar ordem no caos
Vídeos: A voz de quem vive o cotidiano do crack e o tráfico ambulante na Cracolândia
Usuários espalhados: Após um mês de operação, Cracolândia muda de endereço 
Rio de Janeiro:   O s dramas de dependentes químicos ricos e pobres do crack

AE
Polícia e usuários em confronto na rua Helvétia, na Cracolândia, durante dispersão de usuários na região

De acordo com ação ajuizada por quatro promotores do MP, "o efeito prático e concreto da operação policial foi, na verdade, a dispersão dos pontos de tráfico e consumo de drogas para outros locais da cidade”. Os promotores ainda destacam as “ações policiais truculentas” desenvolvidas na região da Cracolândia, em violação aos princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana e dos direitos humanos.

Por conta disso, a Ministério Público (MP) ajuizou uma ação civil pública contra o governo em que pede o mínimo de R$ 40 milhões de indenização, por danos morais individuais e coletivos decorrentes da operação policial iniciada no dia 3 de janeiro.

Na ação também é pedida a concessão de uma liminar para que a Polícia Militar seja impedida de “empregar ações que ensejem situação vexatória, degradante ou desrespeitosa em face do usuário de substância entorpecente, especialmente cessando qualquer ação tendente a impedi-los de permanecer em logradouros públicos ou constrangê-los a se movimentarem, isoladamente ou em grupo, salvo se houver situação de flagrante delito”.

O inquérito civil instaurado pelas quatro promotorias ainda declara que a ação desencadeada pelo governo foi ineficiente, apesar do volume de recursos empregados, envolvendo a participação de 288 policiais diariamente.

O problema: Em meio à epidemia de crack, Brasil fracassa em tratamento para dependentes
Ministério Público: Promotoria considera 'desastrosa' ação na Cracolândia e abre inquérito
Ação de todos: Alckmin diz que Cracolândia precisa "da ajuda de todos"

Apreensões, prisões e encaminhamentos em queda

AE
PM prende suposto traficante na Praça Julio Prestes, no centro de São Paulo

Nos últimos 30 dias de operação, segundo números da própria PM, foram apreendidos apenas 100 gramas de maconha, 100 gramas de cocaína e 20 gramas de crack. Mas não é apenas o número de apreensões de drogas que estão em queda na operação Centro Legal. 

Segundo o mais recente boletim divulgado pela Polícia Militar, aproximadamente 500 prisões em flagrante foram feitas nos seis meses de ação. No último mês, foram feitas apenas 40. O ritmo de condenados recapturados também diminuiu. Apenas nove foram encontrados em junho, do total de 129 desde janeiro.

As ações sociais da operação Centro Legal também não têm a mesma constância de antes. Dos 12.750 encaminhamentos de pessoas para abrigos e albergues, 1.500 foram feitos em julho. Já os encaminhamentos para serviços de saúde no mês somam 40, dos 1.152 total da ação. As ações de limpeza também não sofreram modificações desde os balanços de janeiro.

A Secretaria de Segurança Pública, a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania e a Polícia Militar não quiseram comentar os números.

Mais:
Antes e depois: Veja cenas da Cracolândia
Bastidores: Operação na cracolândia foi deflagrada pelo 2º escalão
Problema disseminado: Em São Paulo, até piscinão é usado como cracolândia
'Dor e sofrimento': São Paulo usa 'dor e sofrimento' para acabar com Cracolândia
Reforço policial: Tropa de choque paulista entra em operação da Cracolândia

Nada mudou

Uma pesquisa feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social revela que 72,3% dos moradores de ruas do centro da capital paulista afirmam que a intervenção policial não mudou suas vidas. Outros 17,2% acreditam que a situação piorou - sobretudo por causa da violência dos agentes de segurança - e o restante vê progresso ou não respondeu.

A pesquisa foi feita com 380 pessoas, retirada do grupo de 6.675 pessoas que moram nas ruas e não são atendidos pelos albergues da Prefeitura. O estudo foi realizado de janeiro a março por pesquisadores da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Entre os moradores de rua que presenciaram a ação, 14,2% disseram ter sofrido alguma agressão policial. E 23,5% criticaram a investida da PM porque, segundo eles, a cracolândia apenas mudou de endereço.

A Ação

Desde o dia 3 de janeiro, a Polícia Militar age ostensivamente para coibir o uso e o tráfico de drogas no entorno da região da Nova Luz . Entidades defensoras de direitos humanos acusam a polícia de agir com truculência nas abordagens aos dependentes químicos e de prejudicar as ações sociais na região. Um efeito claro da ação foi a dispersão de usuários por outras regiões da cidade .

A operação reúne mais de 20 órgãos públicos estaduais e municipais de diversas áreas em ações coordenadas. Estão envolvidos agentes das áreas de saúde, assistência social, segurança pública, justiça, cidadania e zeladoria urbana, entre outras. Ainda não há previsão para o término da ação.  Veja abaixo a evolução dos números do trabalho na Operação Centro Legal:

DATAS 17/01 19/01 12/02 12/03 28/03 11/04 30/05 06/06 01/07
Internações  85  99  212  324  389 446   660  660  775
Encaminhamentos  270  358  1.809  2.714  3.195  3.629  5.130  5.471 6.252
Abordagens sociais  1.786  2.215  17.622  35.626  46.264  52.083  72.112  75.105 83.045
Prisões em flagrante  112  128  260  312  370  381  439  458 495
Condenados capturados  44   43  56  84  89  96  114  120 129
Drogas apreendidas 60,9kg 62,2 kg 64,9 kg 65,3 kg 65,3 kg  65,3 kg  66 kg  66 kg 66,2 kg
DETALHAMENTO ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ----
Abordagens da saúde  1.854  2.189  8.045  20.601  26.701  30.906  42.574  44.350 48.495
Encaminhamentos/saúde  270  358  1.093  1.777  2.195  2.599  3.767  4.100 4.824
Atendimento/grávidas  6  6  6  6  6  6  6 6
AÇÕES SOCIAIS ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ----
Abordagens na rua  1.786  2.215  5.546  8.784  10.305  11.119  14.964  15.466 17.436
Atendimento/tendas  3.698  5.363  19.362  34.078  37.292  38.410  46.007  47.108 55.917
Encaminhamento/abrigos  1.165  1.459  4.575  8.193  9.040 9.307   11.015  11.276 12.750
Encaminhamento/saúde  212  261  656  884  947 977   1.106  1.113 1.152
AÇÕES POLICIAIS ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ----
Presos em flagrante  112  128  227  266  311  320  368  384 420
Condenados capturados  43  43  52  84  89  96  109  114 123
Abordagens  5.901  6.550  14.492  25.837  29.946  33.032  43.015  44.511 48.222
Flagrantes/com menores  96  110  218  253  288  292  328  340 367
Desaparecidos achados  0  0  1  1  1  1  1  1 1
DROGAS APREENDIDAS ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ----
Crack 3,3 kg  3,4 kg  4,3 kg  4,6 kg  4,6 kg  4,6 kg  5,2 kg  5,2 kg 5,2 kg
Cocaína 15,1 kg 15,3 16,8 17,0 17,0 17,0  17,0  17,0 17,1kg
Maconha 42,5 kg 43,3  43,7  43,7 43,7  43,7 43,7 43,7 43,8 kg
GCM ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ---- ----
Presos  3  5  33  46  59  61  71  74 75
Ocorrências/patrimônio  1  1  9  12  18   19  23  26 27
Encaminhamento/crianças  13  13  31  34  35  35  40  41 55
Lixo retirado  107t  128,3t  2.250t  2.250t  2.250t  2.250t 2.250t  2.250t 2.250t


    Leia tudo sobre: Cracolândiatráfico de drogascrack

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG