Polícia apreende mais um menor suspeito da morte de advogada

Renata Moraes, 38 anos, morreu com um tiro na cabeça ao tentar escapar do assalto, acelerando o veículo; polícia afirma que quatro adolescentes participaram do latrocínio

Agência Estado |

Agência Estado

Policiais do 95.º Distrito Policial prenderam nesta quinta-feira, 21, mais um suspeito de participar da tentativa de assalto contra a advogada Renata Fabiana de Campos Moraes , 38 anos, na zona sul de São Paulo no último domingo, 17. A advogada morreu com um tiro na cabeça ao tentar escapar do assalto, na rua Vergueiro, acelerando o veículo. Os assaltantes fugiram sem levar nada.

Leia também: Polícia apreende menor suspeito de morte de advogada

Nesta quarta-feira, 20, dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos e confessaram ter participado da tentativa de roubo.

Segundo o delegado Gilmar Contrera, do 95.º Distrito Policial, no total, quatro adolescentes participaram do latrocínio, um deles, P. de 17 anos, que já tinha passagem pela polícia, e é autor do disparo que matou a advogada.

O corpo de Renata foi enterrado na manhã de terça-feira, no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Futura Press
Corpo da advogada Renata Fabiana de Campos Moraes é enterrado no Cemitério do Araçá (SP)

    Leia tudo sobre: advogadaassaltocrimesão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG