Renata Moraes levou um tiro na cabeça após se assustar com assaltantes e acelerar o carro que conduzia na zona sul, de São Paulo

Estadão Conteúdo

selo

Corpo da advogada Renata Fabiana de Campos Moraes é enterrado no Cemitério do Araçá (SP)
Futura Press
Corpo da advogada Renata Fabiana de Campos Moraes é enterrado no Cemitério do Araçá (SP)

O corpo da advogada Renata Fabiana de Campos Moraes, de 38 anos, morta com um tiro na cabeça durante tentativa de assalto na noite do domingo (17), foi enterrado na manhã desta terça-feira (19). Segundo a administração do Cemitério do Araçá, na zona oeste de São Paulo, o enterro, marcado para as 9 horas, começou por volta das 10 horas.

Três suspeitos participaram da tentativa de assalto, por volta das 21 horas, na Rua Vergueiro, zona sul. Um deles atirou contra a advogada quando ela acelerou o veículo. Eles fugiram sem levar nada e, até a noite desta segunda-feira (18), ainda não haviam sido presos pela polícia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.