Evento gastronômico neste domingo fecha rua no Itaim Bibi, em São Paulo

Com temática ambiental, Rua Verde terá estação de reciclagem e distribuição de sementes; evento conta com a participação de restaurantes renomados

iG São Paulo |

A rua Amauri, no Itaim Bibi, na capital paulista, será fechada no trecho entre as avenidas Brigadeiro Faria Lima e Nove de Julho, das 12h às 19h deste domingo, para a realização de um evento gastronômico. A expectativa dos organizadores é atrair até oito mil pessoas para a Rua Verde, que contará com a participação de nove restaurantes da região.

Divulgação
Perspectiva de como deve ficar a rua com as instalações esperadas para o evento

Como desvio, os motoristas deverão acessar as avenidas Brigadeiro Faria Lima (sentido Pinheiros), Cidade Jardim (Centro) e Nove de Julho. A Engenharia de Campo da CET recomenda aos motoristas que, ao avistarem a canalização de orientação na pista, reduzam a velocidade dos veículos para maior segurança na via.

A empresa municipal de turismo, SPTuris, apoia o evento. De acordo com o órgão, além da coordenação com outros órgãos da prefeitura, como a CET, a SPTuris colabora com a instalação de iluminação, som e geradores.

Na onda da Rio+20

O tema da primeira edição do evento é sustentabilidade. Haverá uma Estação Reciclagem, distribuição de sementes pela associação AME Jardins e uma oficina de horta orgânica. Na rua, serão instaladas mesas, cadeiras e uma passarela feita de garrafa PET. Nesta semana, teve início a conferência Rio+20, na capital fluminense .

Chefs dos restaurantes da região também vão preparar receitas exclusivas para o evento diante do público. Os pratos podem ser degustados apenas nos restaurantes. A rua Amauri é conhecida pelo grande número de estabelecimentos renomados, entre eles o Porto Rubaiyat e o Parigi, do grupo Fasano.

A programação inclui atrações gratuitas, como apresentação da Orquestra Pão de Açúcar e atividades circenses para o público infantil. Também serão distribuídos algodão doce e pipoca durante o evento, que é gratuito. Segundo Vívian Salaro, do Grupo Dória, que organiza a Rua Verde, o objetivo é "promover a cidadania e a ideia de que é possível ser sustentável mesmo no meio urbano".

Segundo a organização, o evento é inspirado em iniciativas internacionais, como o Nature Capitale, que ocorreu ano passado em Paris. Em maio, os mesmos organizadores realizaram o Avant Gabriel Chandon, que fechou a avenida Gabriel Monteiro da Silva, também em um domingo, e atraiu mais de 15 mil pessoas, de acordo com dados do grupo.


    Leia tudo sobre: Rua AmauriRua VerdeSão Paulogastronomiasão paulorio+20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG