Suspeitos de roubar banco e fugir de lancha no litoral de São Paulo são presos

Segundo delegada, um dos detidos pelo crime em Ilhabela confessou ter recebido R$ 6 mil pelo assalto; foram apreendidos R$ 4 mil em dinheiro e parte da arma roubada na ação

iG São Paulo |

AE
Agência da Caixa Econômica após assalto

Foram presos cinco suspeitos do roubo de caixas eletrônicos em Ilhabela em que bandidos renderam um policial, explodiram os terminais bancários e fugiram de lancha após incendiar um carro no começo de maio. Além dos cinco, outros dois têm mandado de prisão decretado. Quatro suspeitos detidos em Ilhabela entre os dias 31 de maio e 1º de junho estão em prisão preventiva no Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba, também no litoral. Outro suspeito, preso no Guarujá no dia 1º, permanece na delegacia da cidade.

Leia mais:  Bando rouba caixas eletrônicos e foge de lancha em Ilhabela

Guarujá:  Após roubo em Ilhabela, cidade do litoral entra em alerta

Um dos suspeitos, conhecido como “Duca”, confessou o crime. Uma nota de R$ 50 parcialmente queimada foi encontrada com ele. Segundo a Delegada Renata do Carmo Lourenço, “Duca” disse não ter usado a nota na cidade por "medo de ser identificado, já que essa é uma característica típica de cédulas roubadas com explosivos". Ele disse ainda ter recebido R$ 6 mil pelo roubo. Durante as investigações foi encontrado o carregador de uma arma roubada do policial durante o crime e pouco mais de R$ 4 mil.

Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP), os integrantes da quadrilha também participaram de outros roubos e furtos com explosão de caixas eletrônicos em outras cidades do litoral e do interior paulista.

No dia 8 de maio, a quadrilha rendeu um policial em uma base do centro turístico de Ilhabela, explodiu caixas eletrônicos do Bradesco e da Caixa Econômica Federal. Os assaltantes explodiram os caixas, saquearam lojas, espancaram policiais e bloquearam a rua para impedir a chegada da PM.

O bando ateou fogo a um carro modelo Zafira, utilizado no assalto, para atrapalhar a chegada do reforço policial. Os bandidos fugiram em três lanchas levando dinheiro e mercadorias. Houve tiroteio intenso entre os criminosos e a polícia e o policial agredido teve fraturas pelo corpo. Diversos prédios do centro ficaram com marcas de bala após o confronto.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG