Justiça de SP libera documento que pode reabrir boate Bahamas

Imóvel do empresário Oscar Maroni estava interditado desde 2007 por decisão do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab

iG São Paulo |

AE
Imóvel do empresário Oscar Maroni onde funcionava a boate Bahamas, em São Paulo
Por 16 votos favoráveis e cinco contrários, o órgão especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) cassou a decisão do prefeito Gilberto Kassab (PSD) que negou o habite-se (certificado de conclusão de obra) ao imóvel do empresário Oscar Maroni onde funcionava a Boate Bahamas, em Moema, na zona sul da capital paulista.

Leia também: Dono da boate Bahamas é condenado a 11 anos e 8 meses de prisão

O imóvel está interditado desde 2007 por decisão do próprio prefeito. A maior parte do colegiado de desembargadores seguiu o voto do relator desembargador Sérgio Jacintho Guerrieri Rezende, que atendeu ao pedido do empresário Oscar Maroni e cassou o ato administrativo de Kassab.

    Leia tudo sobre: bahamasoscar maronikassab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG