Falha em linha da CPTM causa transtorno e deixa plataformas lotadas

Trens circularam por via única entre sete estações da Linha 9-Esmeralda por quase 9 horas; Linha 5-Lilás também foi afetada

iG São Paulo |

ADRIANO LIMA/FRAME/AE
Passageiros lotam plataforma da Estação Santo Amaro da CPTM, nesta manhã, em São Paulo

Problemas na rede aérea de energia provocou lentidão no transporte de passageiros da Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), das 4h40 até as 13h20 desta segunda-feira. Por quase nove horas, a circuação entre as estações Berrini e Autódromo foi prejudicada.

Leia também: Lotação supera o limite aceitável em três linhas da CPTM

O transporte foi afetado principalmente no trecho entre sete estações. As composições circularam por via única, o que provocou atrasos. Plataformas ficaram lotadas e o intervalo entre os trens ficou maior. Embora o sistema tenha sido normalizado, técnicos da companhia ainda tentam identificar a origem do defeito.

Em razão do tempo maior de intervalo entre os três na linha 9 da CPTM, o Metrô foi obrigado a reduzir a velocidade das composições em toda a Linha 5-Lilás, até as 11h, para evitar um acúmulo muito grande de passageiros na estação Santo Amaro, onde ocorre a interligação entre as duas linhas. A velocidade normal da linha foi retomada já que o horário de pico terminou. 

Um problema de tração deixou uma composição parada entre as 5h50 e 5h54 desta manhã na estação Palmeiras-Barra Funda (zona oeste) do Metrô. Segundo a assessoria de imprensa do Metrô, a capacidade de tração voltou ao normal após esse período e a composição pôde seguir viagem em direção à zona leste da cidade.

*com AE

    Leia tudo sobre: metrôcptmlinha 9-esmeraldalinha 5-lilásfalha elétrica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG