Paulistano leva 1h05 para ir ao trabalho de ônibus

A SPTrans analisou o tempo de percurso de cada linha que atende pessoas que moram fora do centro expandido mas trabalham ali

AE |

selo

Ir para o trabalho de ônibus em São Paulo exige paciência - e voltar para casa no fim do dia, mais ainda. O paulistano leva, em média, 1h05 no trajeto de casa para o trabalho no horário de pico da manhã, entre 6h e 8h59. Ao voltar, das 17h às 19h59, o percurso dura 1h10, segundo dados da São Paulo Transportes (SPTrans).

Acompanhe o trânsito em São Paulo e outras cidades

Os números levam em conta quem mora fora do centro expandido, mas trabalha ali. A SPTrans analisou o tempo de percurso de cada linha por três anos (2009 a 2011) para obter a média.

A situação é pior na área oeste que, para a SPTrans, abrange, além do Butantã, o Campo Limpo. Mesmo com a chegada da Linha 4-Amarela ao Butantã, lá perde-se, em média, quase 3 horas no ônibus no trajeto casa-trabalho-casa. A Estação Butantã foi inaugurada em março de 2011, mas a situação de quem usa o ônibus naquela região só piorou. Em 2009, antes do metrô, o tempo de viagem de ônibus do centro para o Butantã era de 1h17. Em 2011, o mesmo trajeto passou a durar 1h32 no pico da noite. Na manhã, a média foi 1h24.

"Isso mostra que não houve uma racionalização das linhas ou, se houve, não foi o bastante. O Terminal da Estação Butantã, mesmo, é algo que chama a atenção. O ônibus que sai do terminal tem de fazer uma curva de 90 graus e cruzar três faixas para seguir viagem", disse o professor do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade de São Paulo (USP) Claudio Barbieri da Cunha.

O assessor especial da Secretaria Municipal dos Transportes, o engenheiro Ivan Whately, afirmou que a Prefeitura investe na construção de 130 km de faixas exclusivas e 69 km de corredores. "Mas todos os dias colocam mil carros na rua", diz.

O bom exemplo está na zona leste. Os ônibus que atendem a região da Penha demoram, em média, 56 minutos no pico da manhã. A volta para casa, porém, é melhor para quem mora na zona norte, em bairros como Freguesia do Ó, Pirituba, Brasilândia e Perus. No horário de rush, os moradores desses bairros levam 1h01 para chegar em casa, saindo do centro. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Leia tudo sobre: ônibustransportetrânsito

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG