Fábrica clandestina de palmito é fechada no interior de São Paulo

Estabelecimento em Pilar do Sul era abastecido com palmito da palmeira juçara, espécie da Mata Atlântica ameaçada de extinção

AE |

selo

Uma fábrica clandestina de palmito foi fechada na segunda-feira pela Polícia Ambiental na zona rural de Pilar do Sul, a 149 km de São Paulo. Mais de 500 quilos de palmito embalado em potes de 1,8 kg foram apreendidos. Havia ainda grande quantidade do produto em processo de cozimento, acondicionada em tambores metálicos. Os policiais ambientais de Sorocaba foram até o local depois de receber uma denúncia anônima. A fabriqueta, no bairro Boa Vista, era abastecida com palmito da palmeira juçara, espécie típica da Mata Atlântica e ameaçada de extinção.

Leia também: Polícia apreende mais de 400 kg de palmito em Itatiaia

De acordo com a Polícia Ambiental, 'palmiteiros' a serviço do casal que operava a fábrica invadiam o Parque Estadual Carlos Botelho, situado na região, para extrair o palmito. Em média, são derrubadas duas palmeiras para se obter um quilo do palmito pronto para consumo. Também foram encontrados no local 25 quilos de ácido cítrico e 30 quilos de sal, usados no preparo do palmito. Os policiais apreenderam seis botijões de gás, 68 potes de vidro vazios e uma picape usada para o transporte da produção. O casal, que não teve a identidade divulgada, foi levado para a Delegacia de Polícia da cidade e liberado depois de prestar depoimento. 

A retirada de palmito de mata nativa é crime ambiental. Os responsáveis pela fábrica foram multados e vão responder a processo. É o terceiro ponto de fabricação clandestina de palmito fechada pela Polícia Ambiental na região este ano. A área concentra alguns dos principais remanescentes de Mata Atlântica do Estado, com cerca de 200 mil hectares de florestas em áreas de preservação permanente e unidades de conservação. A palmeira juçara (Euterpe edulis) é considerada espécie-chave para o ecossistema da floresta, já que seus frutos integram uma cadeia alimentar que inclui pássaros, roedores e até grandes mamíferos.

    Leia tudo sobre: palmitoapreensãopilar do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG