Primeiro dia do novo sistema de visto americano tem espera acima da média

Modelo deve reduzir filas, mas espera chega a uma hora nesta segunda-feira; tempo ideal é de 20 minutos, segundo consulado

iG São Paulo |

Começou a funcionar nesta segunda-feira o novo sistema de visto americano para brasileiros. Os seis Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) abertos no País devem atingir capacidade para atender até 12.700 pessoas por dia. Segundo o consulado americano, a maior unidade do País, na Vila Mariana, em São Paulo, atendeu 550 pessoas até as 13h. A capacidade é de 3.500 pessoas por dia.

AE
Movimentação no começo da tarde de hoje, 07, no novo consulado instalado da Avenida José Maria Whitaker na Vila Mariana, zona sul de São Paulo
O processo, criado para facilitar a concessão de vistos, segundo o consul-geral dos Estados Unidos em São Paulo, Willian W. Poop, é implantado em países com grande demanda pelo documento. No primeiro dia, pessoas que aguardavam na fila reclamaram de desorganização e da necessidade de dois agendamentos. “Eu fiz [o agendamento] pelo sistema antigo para amanhã e fiquei sabendo que teria que vir hoje também. Tive que cancelar o voo, pagar o hotel, isso me custou uns R$ 500”, disse o engenheiro Sérgio Moraes, de Porto Alegre.

Isenção: "Ainda é preciso muita conversa", diz ministro
Turismo: Setor pede fim de visto para brasileiros

De acordo com o consulado, o período de transição entre os sistemas deve durar até o final do mês. Pessoas que se programaram para uma visita ao consulado, terão de ir também aos centros de atendimento. Para Poop, esse processo deve tornar mais rápido a concessão de permissões de viagem aos EUA. “A nossa meta é que todo o processo dure menos de um mês, entre agendar, pagar a taxa, ir ao centro e ao consulado, receber o passaporte em casa”. Ano passado o tempo de espera chegava a 140 dias.

Como funciona

O brasileiro que quiser viajar aos Estados Unidos deve se programar com antecedência de pelo menos um mês. O primeiro passo é entrar no site da embaixada americana, preencher o formulário requerido e pagar a taxa de agendamento. O solicitante será informado pelo site se deve agendar apenas um dia para entregar os documentos no centro de atendimento ou se precisa também agendar a entrevista no consulado. Em geral, pessoas que solicitam o primeiro visto precisam fazer a entrevista. Quem vai renovar o documento deve apenas comparecer a um dos centros, exceto em casos excepcionais.

Todos os solicitantes recebem por correio seus passaportes de volta. Aqueles que devem ir à entrevista no consulado ficarão sabendo na hora se foram aprovados. As pessoas que comparecerem apenas aos centros de atendimento só devem saber se receberam ou não o visto quando o passaporte chegar por correio.

Os postos de atendimento em São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e em Brasília funcionam das 7h às 18h de segunda a sexta e aos domingos das 13h às 18h. Taxa de agendamento é de U$160 dólares, aproximadamente R$ 308. O pagamento pode ser feito pelo site durante o agendamento, pelo telefone ou por boleto bancário pagável em qualquer banco. O solicitante não precisará mais levar foto 5x7. As fotos serão tiradas nos postos.

Filas

O novo sistema deve diminuir as filas. A média era de três horas pelo sistema antigo e deve cair para 20 minutos nos centros de atendimento e menos de uma hora e meia no consulado. A especialista laboratorial da USP de Ribeirão Preto, Vera Lúcia Castelo Figueiredo, não aprovou o método. “Para quem mora longe [dos CASV] não funciona, você tem que se hospedar na cidade, faltar dois dias no trabalho”. Antônio Carlos Gimenez, que também veio do interior, conta que ficou sabendo das alterações de última hora. “Eu só viria amanhã, mas tive que mudar tudo. Estamos em oito pessoas, foram quatro horas de viagem a agora temos que vir mais um dia para São Paulo”. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG