Após 7h de protesto, ônibus voltam a circular em corredor em São Paulo

Circulação de 21 linhas ficou suspensa nesta manhã durante protesto contra multas que motoristas estariam recebendo irregularmente

AE |

selo

Terminou por volta das 14h desta segunda-feira o protesto dos motoristas de cobradores de ônibus na avenida Francisco Matarazzo, na zona oeste de São Paulo. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas-SP), uma reunião foi agendada para a próxima segunda-feira (14). 

Leia também:
Acidentes com motociclistas complicam o trânsito de São Paulo
Acompanhe o trânsito em São Paulo e em mais 16 cidades

AE
Motoristas e cobradores de ônibus protestaramm no cruzamento das avenidas Francisco Matarazzo e Pompéia
A circulação de 21 linhas de ônibus municipais ficou completamente suspensa durante a manhã desta segunda-feira. Cerca de 140 motoristas e cobradores de ônibus realizaram um protesto, que ocupou toda a extensão da avenida Francisco Matarazzo desde as 6h50. 

O grupo protestava contra um aparelho de radar da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), localizado na altura do número 455 da avenida, no sentido centro. Segundo o Sindmotoristas, o aparelho estaria multando indevidamente os condutores dos transportes públicos. 

Segundo informações do delegado sindical Valdir Feitosa da Silva, a CET e a SPTrans já haviam sido notificadas sobre o problema da máquina e chegaram a trocar o aparelho. Mesmo com a troca, o radar voltou a multar os condutores de ônibus.

    Leia tudo sobre: ônibusprotestossindmotoristas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG