Padre é condenado por dirigir sem habilitação em SP

Conhecido por dirigir bêbado, padre Aparecido Bianchi, desrespeitou o sinal de pare, e bateu em carro em São José do Rio Preto

AE |

selo

Conhecido por dirigir bêbado e causar acidentes em São José do Rio Preto (SP), o padre Aparecido Donizeti Bianchi foi condenado a oito meses de prisão, desta vez por dirigir com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa e provocar um acidente em 7 de janeiro de 2010.

Aprovado na Câmara projeto que amplia provas e dobra multa da Lei Seca

Bianchi desrespeitou o sinal de pare, e bateu no carro de um aposentado na região central da cidade. Na ocasião, ele já estava sem a CNH, suspensa em 2006 quando, parado numa blitz na contramão e bêbado, aproveitou a música alta do carro para dançar É o Tchan para os PMs, que o levaram preso.

O juiz da 5ª Vara Criminal de Rio Preto, Caio Cesar Melluso, transformou a pena de oito meses de prisão em pagamento de multa de R$ 6 mil para uma entidade assistencial na cidade.

    Leia tudo sobre: padrecarro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG