SP trocará 38 km de muros por grades em via de trem

O governo de São Paulo vai substituir 38 quilômetros de muros por grades ao longo das vias da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). As obras começarão nos próximos meses pela Estação Lapa, tanto da linha 7-Rubi, quanto da linha 8-Diamante.

Agência Estado |

As obras acontecerão paralelamente na extremidade da linha 11-Coral (Luz-Estudantes) nas estações Estudantes, Mogi das Cruzes e Brás Cubas.

No lugar do muro entram grades de 2,10 metros de altura assentadas em muretas de 50 centímetros, somando 2,60 metros. A grade é adotada junto às estações para diminuir a segregação que a linha do trem provoca no seu entorno. O objetivo do governo é reduzir o impacto urbanístico provocado pelos muros e permitir uma aproximação maior entre a população e a ferrovia.

Além das grades, também faz parte do programa a construção de muros de vedação e alambrados em áreas desprovidas de isolamento. Ao todo, são 180 quilômetros lineares, entre muros, alambrados e grades, dos quais cem quilômetros na linha 7-Rubi.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG