A cidade de São Paulo registrou o inverno mais chuvoso desde 1995, quando o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura de São Paulo (CGE) iniciou o acompanhamento. Entre julho de 2009 e o dia 21 de setembro, a cidade registrou 335,9 milímetros de chuva, quantidade 131% maior que a média do período.

De acordo com o CGE, o segundo maior volume do trimestre foi registrado em 2000, quando a cidade recebeu 229,2 milímetros.

Segundo os meteorologistas do CGE, o recorde aconteceu devido ao bloqueio atmosférico que manteve as frentes frias estacionas sobre o Estado.

Nova estação

Para a primavera, que começa hoje, as previsões climáticas apontam chuvas acima da média. A partir desse mês, as chuvas tendem a ocorrer mais na forma de pancadas provocadas pelo calor das tardes.
Haverá uma redução nos períodos de tempo seco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.