SP tem mais chuva do que agosto inteiro. Rio entra em atenção

Chuva da tarde desta terça-feira foi cerca de 22 vezes mais do que em todo o mês de agosto na capital paulista

AE |

Até o início da tarde desta terça-feira, choveu cerca de 22 vezes mais do que em todo o mês de agosto na capital paulista, onde não chovia forte desde 16 de julho. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) registrou até este momento 13.3 milímetros em São Paulo, índice considerado moderado, contra 0.6 ao longo de agosto. A região onde mais choveu foi Parelheiros, na zona sul.

AE
Comemoração do 7 de setembro aconteceu debaixo de chuva no sambódromo do Anhembi, em São Paulo
A área de instabilidade que causou a chuva no período da tarde se afastou em direção ao Vale do Paraíba e resta apenas chuviscos e chuva leve e isolada na capital. Entretanto, ainda pode chover a qualquer momento da noite e da madrugada. A densa cobertura de nuvens mantém as temperaturas baixas e a máxima na Capital não passa dos 18°C.

A média parcial de 13,3mm corresponde a 16,4% da média esperada para o mês de setembro, que é de 81mm.

Os maiores índices registrados na cidade foram:
Parelheiros - 22,4mm
Consolação - 19,8mm
Vila Mariana - 18,2mm

A partir desta quarta-feira as condições atmosféricas melhoram na capital paulista. Na madrugada ainda pode chover fraco, mas no decorrer da tarde o tempo fica firme e o sol reaparece entre nuvens. O ar frio mantém as temperaturas baixas. A máxima na capital não passa dos 16°C nesta quarta-feira. Até o final da semana não deve voltar a chover na Grande São Paulo.

Rio de Janeiro

A Defesa Civil do Município do Rio de Janeiro informou no início da noite desta terça-feira que a cidade está em estado de atenção devido à previsão de chuva moderada a forte nas próximas horas em todas as regiões. A chuva deve continuar durante a madrugada, com possibilidade de rajadas de vento moderadas.  Até o momento, o órgão não registrou ocorrências graves.

A Defesa Civil recomenda que as pessoas fiquem atentas a trincos e rachaduras nos imóveis, procurando um local seguro, além de evitar ficar embaixo de árvores e placas, devido ao vento. Em caso de emergência, a população deve acionar a Defesa Civil pelo telefone 199, que funciona 24 horas.

    Leia tudo sobre: climachuvasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG