O governo de São Paulo deu o primeiro passo para reestruturar no interior do Estado o transporte ferroviário de passageiros. Decreto do governador José Serra (PSDB) publicado no Diário Oficial desta terça-feira delega à Secretaria dos Transportes Metropolitanos a tarefa de formular e definir políticas públicas para o transporte sobre trilhos além da Região Metropolitana de São Paulo.

De acordo com o secretário da área, José Luiz Portella, em até dois meses a pasta vai entregar ao governador um plano de reestruturação do transporte de passageiros por trens. Trilhos que estão sob concessão podem ser negociados para receberem trens de passageiros e somarem-se a novas linhas, a serem construídas pelo governo estadual, informou Portella.

O secretário sinalizou que a recuperação pode começar por Sorocaba. "Hoje há um trânsito de pessoas que moram em Sorocaba e trabalham em São Paulo. Muitas usam ônibus fretado, mas isso vai passar a ser feito, em algum momento, por trem", afirmou. "Sorocaba é uma região em que você claramente vai trabalhar com isso."

O decreto nº 55.564 inclui na área de abrangência da Secretaria de Transportes Metropolitanos as aglomerações urbanas, ou seja, grupos de municípios limítrofes interligados por relações econômicas e sociais. Exemplos de aglomerações no Estado são as regiões de Sorocaba (com Itu, Votorantim e Salto), de Santos (com São Vicente, Praia Grande e Guarujá) e de São José dos Campos (com Taubaté, Jacareí e Pindamonhangaba).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.