A Secretaria da Saúde de São Paulo anunciou nesta sexta-feira a prorrogação da campanha de vacinação contra a rubéola até o dia 10 de outubro. Trata-se de uma nova tentativa da pasta de imunizar 95% da população do Estado na faixa dos 20 aos 39 anos.

O último balanço apontou o índice de 81,5%, ou seja, 11,6 milhões de pessoas. Receberam a vacina 5.572.954 mulheres, 83,47% do total pretendido, e 6.035.093 homens, 73,73%.

Entre as cidades que não atingiram a meta, 39 concentram cerca de 70% dos paulistas que ainda precisam ser vacinados.

"Os municípios foram convocados a traçar novas estratégias para ampliar a cobertura. Vamos concentrar nossos esforços nesses locais, e nas próximas três semanas pretendemos vacinar cerca de 1,9 milhão de pessoas", afirmou a diretora da Divisão de Imunização, Helena Sato, em nota.

No ano passado, o Estado teve 1.659 casos de rubéola, o número mais alto desde 2000, quando 2.566 paulistas contraíram a doença.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.