SP prevê para fevereiro ações para acelerar a Nova Luz

A Prefeitura de São Paulo prevê para fevereiro três ações que têm como objetivo acelerar o sonolento Projeto Nova Luz, na Cracolândia, no centro da capital. Será lançado um pacote de obras de reurbanização e reforma de 16 vias comerciais na região e a administração municipal finaliza a concessão de incentivos fiscais a 16 das 23 empresas selecionadas para se instalar na área.

Agência Estado |

Além disso, deve ser implementado o modelo de concessão urbanística, para facilitar as desapropriações. Até hoje, do projeto original, que tinha como objetivo transformar a área da Cracolândia em polo cultural, econômico e tecnológico, apenas dois quarteirões tiveram seus imóveis desapropriados e demolidos, e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) transferiu sua sede para a região.

A primeira ação está prevista para o dia 5, quando a Prefeitura oficializa os incentivos fiscais a 16 das 23 empresas selecionadas há 13 meses para se instalar na região. São esses documentos que garantirão oficialmente que as instituições das áreas de tecnologia, comunicação, call centers e imobiliárias receberão descontos de impostos municipais para operar na Nova Luz. As empresas terão até dez anos para investir na região, mas a reportagem apurou que várias têm interesse em se estabelecer no centro em poucos meses. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG