SP poderá ter garagens municipais próximas do metrô

A Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo, que aposta na diminuição das vagas de Zona Azul nas ruas, para liberar mais faixas para o trânsito, planeja a criação de 31 garagens verticais automatizadas, todas próximas de estações de metrô. De acordo com o secretário, Alexandre de Moraes, elas serão construídas e operadas pela iniciativa privada, por meio de parcerias público-privadas.

Agência Estado |

Ele comentou a implementação ontem durante um seminário na Escola Superior do Ministério Público.

Já haveria interessados no projeto e as áreas prováveis, segundo Moraes, foram mapeadas - ficam, principalmente, ao longo da Linha 3-Vermelha (Corinthians-Itaquera/Palmeiras-Barra Funda) do Metrô. A secretaria optou por não detalhar o programa. Mas, diferentemente do único estacionamento do Metrô hoje em funcionamento, na Estação Santos-Imigrantes (na Vila Mariana, zona sul), onde o motorista paga R$ 8,15 para deixar o veículo por até 12 horas e fazer até duas viagens de trens, nas garagens municipais o motorista vai desembolsar o mesmo valor da Zona Azul de rua, segundo o secretário - R$ 1,80 por hora.

Se o motorista quiser seguir de metrô, terá de comprar os bilhetes diretamente na estação. Moraes adiantou que deve anunciar neste mês a implementação de oito novas faixas exclusivas para motocicletas em ruas e avenidas da cidade, conforme o plano de metas. Em janeiro de 2008, a iniciativa fracassou na 23 de Maio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG