SP organiza visitas de técnicos contra rubéola

Para tentar atingir a meta de vacinação contra a rubéola no Estado de São Paulo, técnicos da Secretaria de Saúde vão entrevistar cerca de 200 mil pessoas este mês para descobrir quem não tomou a vacina. O trabalho, realizado em parceria com as secretarias municipais, consiste na visita de técnicos às casas para avaliar a cobertura vacinal.

Agência Estado |

Eles questionarão se o entrevistado foi imunizado contra a rubéola e, em caso de negativa, o motivo pelo qual ainda não procurou uma unidade básica de saúde. As pessoas identificadas como ainda não imunizadas serão vacinadas no local.

Cada sala de vacinação do Estado irá fazer entre 25 e 100 entrevistas. O número de entrevistas dependerá da população local e do número de salas de vacina. Definido o número de entrevistas, a região atendida pela unidade será mapeada e dividida em quadras. A região alvo da pesquisa será definida por sorteio.

Após este processo, técnicos locais acompanhados por um profissional de vacinação farão a visita em cada casa em busca de pessoas com idade entre 20 e 39 anos, público-alvo da Campanha de Vacinação contra a Rubéola. A ação ocorrerá tanto nos municípios que já cumpriram a meta da campanha quanto naqueles onde a vacinação está abaixo do esperado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG