Estado arecadou 1.771 armas. Rio de Janeiro ocupa a segunda posição no ranking de arrecadação, com 1.432 armas

São Paulo é o Estado que mais arrecadou armas durante a primeira etapa da Campanha Nacional do Desarmamento 2011, segundo balanço parcial divulgado pelo Ministério da Justiça. Entre os dias 6 de maio e esta segunda-feira, os postos paulistas receberam 1.771 armas. Em todo o País foram recolhidos 7.565 armas até o momento.

O Rio de Janeiro ocupa a segunda posição no ranking de arrecadação, com 1.432 armas, seguido por Pernambuco (856), Rio Grande do Sul (786) e Minas Gerais (549). De acordo com o Ministério da Justiça, entre os estados que menos receberam armas durante a campanha estão Amapá (11), Tocantins (15) e Rondônia (16).

A Campanha Nacional do Desarmamento 2011, lançada em maio, prevê a indenização das pessoas que entregarem armas nos postos de arrecadação. Os valores de indenização variam de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo de armamento. O Ministério da Justiça reservou R$ 10 milhões para o pagamento das indenizações.

Delegacias de Polícia Civil, postos da Polícia Rodoviária Federal, batalhões de Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e unidades das Forças Armadas funcionam como postos de coleta de armas. As unidades autorizadas para coleta de armas estão relacionadas no site oficial da campanha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.