SP inaugura 1º ambulatório para travestis do Brasil

O governo do Estado de São Paulo inaugurou hoje na capital o primeiro ambulatório para travestis e transexuais do País. A unidade vai oferecer atendimento médico em dez especialidades, como urologia, proctologia e endocrinologia, para terapia hormonal.

Agência Estado |

Os médicos farão avaliação e encaminhamento de pacientes para cirurgias de mudança de sexo e de implante de próteses de silicone. Com capacidade para 300 atendimentos por mês, o ambulatório deve servir também de espaço para o treinamento de profissionais de saúde.

A placa inaugural do ambulatório foi descerrada pelo governador José Serra (PSDB) e por Alessandra Saraiva, representante do Movimento de Travestis e Transexuais do Estado de São Paulo. "Fica muito engraçado o travesti na piada, mas a vida real é muito dura", disse Alessandra. "A palavra de ordem nessa iniciativa é acolhimento."

Serra colocou o atendimento à população de travestis e transexuais como uma questão de direitos humanos. "É uma comunidade que precisa desesperadamente de um atendimento integral de saúde", disse o governador. "Todas as pessoas são consideradas por nós cidadãos, portanto merecem ter serviços públicos e ser defendidas de discriminação e agressões." O governador disse que pretende ir à Parada do Orgulho Gay, neste domingo, na Avenida Paulista.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG