SP: Exposição sobre epidemias tem entrada gratuita no domingo

Videogame gigante que simula diferentes cenários de epidemia é o grande destaque

iG São Paulo |

Procurando um programa bom e barato para fazer com as crianças neste fim de semana? A exposição francesa Epidemik, em cartaz até 26 de setembro na Estação Ciência, na Lapa, é uma boa pedida para unir entretenimento e aprendizado. E o melhor: neste domingo (18) a entrada é gratuita.

Criada pelo Museu La Cité des sciences et de l'industrie/Universcience, de La Villette, em Paris, a Epidemik aborda a história milenar dos homens e das epidemias, indo desde o período Neolítico até os dias atuais.

A versão customizada para o Brasil – com informações sobre as mais relevantes epidemias ocorridas por aqui – é o resultado de uma parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da empresa farmacêutica francesa sanofi-aventis, com o apoio do Instituto Butantan no resgate de momentos marcantes da história das epidemias brasileiras.

O grande destaque da exposição fica com um videogame gigante elaborado especialmente para o evento. Nele, 40 jogadores precisam enfrentar uma simulação com diferentes cenários de epidemia – entre os quais está a de Dengue ocorrida no início de 2008 no Rio de Janeiro.

Considerada uma das mais originais exposições culturais já realizadas sobre tema das epidemias no mundo, a Epidemik recebeu na capital francesa mais de 300 mil visitantes em um ano. Em São Paulo, a expectativa dos organizadores é receber um público de 60 mil pessoas.

Serviço

Exposição Epidemik: O Impacto das Epidemias na sociedade ao longo dos séculos
Até 26 de setembro
Estação Ciência (www.eciencia.usp.br) – Rua Guaicurus, 1394, Lapa, São Paulo
Horário de Visitação: 3ª a 6ª, das 8h às 18h (Sábado, domingo e feriado: das 9h às 18h)
Informações: As escolas podem agendar visitas pelo telefone (11) 3672-5364 ou 3675-6889.
Preço: R$ 4,00 (grátis no primeiro sábado e no terceiro domingo de cada mês)
Meia entrada: para estudantes e portadores de necessidades especiais
Isentos: professores (com comprovação), monitor, agente ou guia de turismo (com registro Embratur), comunidade USP - com carteirinha válida na catraca, menores de 6 anos e maiores de 60 anos.

    Leia tudo sobre: exposiçãoepidemikepidemias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG