SP aprova regulamento para o Expresso Aeroporto

Com um ano de atraso, o governo do Estado de São Paulo aprovou o regulamento de concessão para o Expresso Aeroporto, serviço de trem que vai ligar o centro da capital ao Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos. Essa é a última etapa antes da publicação do edital - previsto inicialmente para maio de 2008 -, que será lançado nos próximos dias, segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

Agência Estado |

Além de indicar o traçado da linha, o regulamento aponta que haverá desapropriações de imóveis, que os trens poderão funcionar sem operadores e os usuários serão reembolsados em caso de atraso nas viagens. Segundo a secretaria, a previsão é de que o Expresso Aeroporto comece a operar entre 2012 e 2013, antes da realização no Brasil da Copa do Mundo de Futebol. Inicialmente, os trens já começariam a ser testados em 2010 e as operações teriam início no ano seguinte. O valor da passagem ainda está indefinido, mas o teto estipulado é de R$ 35.

O traçado de 28,3 quilômetros começará em um Terminal Central, construído próximo e interligado com a Estação da Luz. Não haverá paradas até o final, em Cumbica. O regulamento prevê que as desapropriações acontecerão no trecho entre as atuais Estações Engenheiro Gualberto e USP-Leste, mas ainda não foram definidos quais imóveis darão lugar à linha. O trajeto será feito em 20 minutos e, segundo o regulamento, os usuários poderão solicitar a devolução do dinheiro gasto na passagem, caso haja “interrupção ou atraso na prestação do serviço superior a 20 minutos”. A concessão de exploração comercial do novo tramo será por 35 anos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG