Sorte já está lançada para a cerimônia do Oscar neste domingo

Antonio Martín Guirado. Los Angeles (EUA.), 22 fev (EFE).

EFE |

- A sorte está lançada e tudo já está pronto para a 81ª edição do Oscar, que será realizada na noite deste domingo no Teatro Kodak, e que tem como favoritos "O Curioso Caso de Benjamin Button", com 13 indicações, e o ex-azarão "Quem quer ser um milionário?", com dez.

No entanto, o longa-metragem sobre a criança que nasce velha e vai rejuvenescendo, dirigido por David Fincher, está mais cotado para conquistar prêmios técnicos, como maquiagem e efeitos especiais, enquanto a produção britânica de Danny Boyle deve arrematar a estatueta mais cobiçada da noite, de melhor filme.

A história de Benjamin Button recebeu indicações nas principais categorias, como melhor filme, direção, ator (Brad Pitt), atriz coadjuvante (Taraji P. Henson), trilha sonora e roteiro adaptado, assim como em outros sete quesitos técnicos.

Já "Quem quer ser um milionário?", a revelação indiscutível do ano, sobre a vida de um jovem de uma favela de Mumbai, concorre nas categorias de melhor filme, roteiro adaptado, trilha sonora e direção, entre outras.

O cinema alternativo encontra outro de seus grandes expoentes em "Milk - A Voz da Igualdade", de Gus Van Sant, com oito indicações, que conta a história de Harvey Milk, o primeiro homossexual declarado a ser eleito para um cargo público na Califórnia.

Entre essas indicações estão as de melhor filme, direção, ator (Sean Penn) e ator coadjuvante (Josh Brolin), uma categoria que, no entanto, parece ter dono este ano: Heath Ledger, morto em janeiro de 2008, que interpreta o Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas".

Os pais de Ledger se encontram em Los Angeles para subir ao palco caso o ator australiano receba o prêmio.

A aventura do Homem-Morcego, o segundo filme a arrecadar mais bilheteria em todos os tempos nos Estados Unidos, atrás apenas de "Titanic", ganhou oito indicações ao Oscar, mas ficou de fora das principais categorias -exceto melhor ator coadjuvante- e foi lembrado principalmente nos prêmios técnicos.

Em seguida, as produções com mais indicações são a animação "Wall-E", com seis, e "O Leitor" e "Frost/Nixon", com cinco cada.

Se o Oscar para "Wall-E" como melhor filme de animação é um dos mais previsíveis da noite, o mesmo não acontece nos outros quesitos nos quais também concorre: melhor roteiro original, melhor trilha sonora, melhor canção, melhor edição de som e melhor mixagem de som.

Por outro lado, a britânica Kate Winslet parece a mais cotada a levar o Oscar de melhor atriz por "O Leitor", em sua sexta indicação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos.

"O Leitor", que conta a história de amor entre uma mulher acusada de crimes de guerra durante o nazismo e um adolescente no pós-guerra alemão, também foi citado nas categorias melhor filme, direção (Stephen Daldry), roteiro adaptado e fotografia.

Além disso, "Frost/Nixon", sobre a entrevista feita pelo jornalista David Frost com o ex-presidente americano Richard Nixon, a primeira que o ex-líder concedeu após o escândalo de Watergate, concorre a melhor ator (Frank Langella), diretor (Ron Howard), roteiro adaptado e edição.

No terreno interpretativo, além de Pitt, Penn e Langella, Richard Jenkis ("The Visitor") e Mickey Rourke ("O Lutador"), este último o favorito devido à sua tão propagada "ressurreição", disputam o Oscar de melhor ator.

Entre as mulheres, Meryl Streep ("Dúvida"), Angelina Jolie ("A Troca"), Anne Hathaway ("O Casamento de Rachel") e Melissa Leo ("Rio Congelado") concorrem com Winslet ao prêmio de melhor atriz.

Na categoria atriz coadjuvante, a disputa se dará entre Penélope Cruz ("Vicky Cristina Barcelona"), Amy Adams ("Dúvida"), Viola Davis ("Dúvida"), Taraji P. Henson ("O Curioso Caso de Benjamin Button") e Marisa Tomei ("O Lutador"). EFE mg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG