Sorocaba já multou sete por empinar pipa com cerol

Sete pessoas - um adulto e seis adolescentes - foram multados por empinar pipa em Sorocaba com linha cortante. Na cidade, o uso do cerol (uma mistura de cola e vidro moído) dá multa de R$ 1 mil.

Agência Estado |

Um estabelecimento comercial foi multado por vender a linha cortante. Se a pessoa flagrada for menor, quem paga a multa é o pai.

O adulto multado também foi levado para a Delegacia de Polícia por colocar em risco a vida de outras pessoas. Os menores voltaram para casa na companhia de membros do Conselho Tutelar e integrantes da Guarda Municipal. A maioria dos autuados mora na periferia da cidade e não tem condições de pagar a multa. Caso as multas não sejam pagas, a prefeitura pode penhorar bens do devedor.

A lei municipal que proíbe usar linha com cerol para soltar pipas em qualquer parte da cidade vigora desde o mês passado. Antes, uma lei de 2007 proibia a comercialização do cerol. A fiscalização só começou depois que a jovem Eglen Aparecida de Araújo Sales, de 23 anos, foi atingida por uma linha com cortante, no último dia 9, e morreu. Ela trafegava de moto pela rodovia Raposo Tavares e quase foi degolada.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG