Sony impede Beyoncé de colocar seus vídeos no YouTube

Los Angeles (EUA.), 29 mar (EFE). - A gravadora Sony, selo de gravação da cantora Beyoncé, bloqueou os videoclipes da artista no canal que a múltiplo ganhadora de Grammys tem no YouTube por infringir a lei de direitos autorais, informou hoje a imprensa dos EUA Trata-se da primeira vez que uma gravadora aplica a lei de direitos autorais em um canal de distribuição de vídeos da propriedade de um de seus artistas.

EFE |

Desde sexta, os admiradores da cantora que visitam o espaço encontram uma tela negra e uma mensagem da Sony justificando a ação. "Este vídeo tem conteúdos da Sony Music Entertainment, que o bloqueou em seu país por temas de direitos autorais", se afirma.

Vídeos populares como "Single Ladies", "Sweet Dreams" ou "Vídeo Phone", vistos mais de 25 milhões de vezes no canal de Beyoncé no YouTube, são alguns dos que ficaram cancelados e só estão disponíveis gravações realizadas pela artista em campanhas promocionais.

No YouTube, mas fora do canal de Beyoncé, é possível encontrar alguns dos vídeos da cantora, como no canal VEVO, do que são co-proprietários Sony e Universal Music.

    Leia tudo sobre: música

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG