Soldados combatem dengue em Araraquara-SP

Todo o contingente do Tiro de Guerra, em Araraquara (273 quilômetros a noroeste de São Paulo) foi mobilizado nesse final de semana para combater o Aedes aegypti, transmissor da dengue. A cidade registrou 622 casos da doença este ano e enfrenta uma situação de epidemia.

Agência Estado |

No sábado, cerca de cem soldados percorreram os bairros da zona norte da cidade à procura de focos do mosquito e possíveis criadouros.

Na Chácara Flora, local afastado do centro da cidade, os soldados do exército encontraram dezenas de criadouros. O bairro não tem ruas asfaltadas e as casas são, em sua maioria, pequenas chácaras que passam a maior parte do tempo fechadas. Foram encontradas larvas do mosquito em piscinas, caixas d’água destampadas e poços abandonados.

Em uma chácara, aparentemente abandonada, os soldados localizaram mais de dez criadouros. Dentro da casa, os cômodos haviam sido usados para a criação de galinhas. Da criação, restaram apenas a sujeira e recipientes com água contaminada. Os moradores encontrados foram alertados sobre os procedimentos para impedir a proliferação. “Como muitas das casas estavam fechadas não conseguimos atingir o objetivo inicial que era fazer o bloqueio em 100% das casas”, disse o fiscal da Vigilância Epidemiológica, Luis Eduardo Tagliacozzo.

Nesta semana, os soldados do Tiro de Guerra devem voltar à região para finalizar o trabalho de bloqueio aos criadouros. “Essa é uma região com muitas chácaras fechadas que apresentam as condições ideais para a proliferação do mosquito da dengue”, avaliou o sargento Carlos Moura, coordenador da operação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG