Soldado é morto por colega dentro de quartel em Brasília

Exército investiga se disparo foi intencional, autor do tiro está detido

Gabriel Costa, iG Brasília |

Um soldado do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília morreu nesta quarta-feira após ser atingido por um tiro de metralhadora disparado por um colega de quartel. O soldado, de 18 anos, foi levado com vida para o Hospital das Forças Armadas (HFA), mas não resistiu ao ferimento no pescoço.

O Exército abriu um inquérito para investigar se o tiro foi acidental ou intencional, e o autor do disparo está detido. Segundo o tenente Guilherme Freitas, responsável pelas relações públicas do Batalhão, ainda não é possível detalhar o caso mais profundamente.

Em novembro deste ano, o soldado Webert da Silva Barros, da 6ª Companhia de Comunicações do Exército, morreu após ser baleado dentro do quartel, no município de Cristalina, Goiás. O militar, de 20 anos, também chegou a receber cuidados médicos, no Hospital Municipal de Cristalina, mas não sobreviveu.

*Com informações do Correio Braziliense

    Leia tudo sobre: brasíliadfexército

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG