Soldado dos EUA é morto em mês mais violento no Afeganistão

Por Paul Tait CABUL (Reuters) - Um soldado norte-americano foi morto num enfrentamento com insurgentes no sul do Afeganistão, aumentando para 40 o número de militares dos EUA mortos no pior mês para as tropas estrangeiras no país, informou o Exército nesta sexta-feira.

Reuters |

Em julho, os Estados Unidos tiveram de longe o maior número de óbitos em oito anos de guerra. O segundo pior mês para as tropas dos EUA foi setembro de 2008, quando 26 combatentes morreram. Ao todo, pelo menos 70 soldados estrangeiros foram mortos este mês no Afeganistão.

A Grã-Bretanha sofreu o maior número de perdas em batalha desde a Guerra das Malvinas em 1980, com 22 soldados mortos no mês, elevando seu total de perdas no Afeganistão para 191. O número supera em 12 mortes o total de óbitos britânicos na Guerra do Iraque.

Os ataques ocorreram após centenas de tropas norte-americanas e britânicas terem lançado neste mês a maior operação no sul, na província de Helmand, um local de forte influência do Taliban e centro de produção de ópio do Afeganistão.

"Nós acreditamos que o retorno da segurança nestas áreas não será atingida sem sacrifício", disse o contra-almirante norte-americano Greg Smith, porta-voz chefe das forças da Otan e dos Estados Unidos no Afeganistão.

(Reportagem adicional de Hamid Shalizi e Golnar Motevalli)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG