Soldado da PM é morto a tiros em Diadema, na Grande SP

O soldado René Avancini, de 42 anos, foi morto, por volta da 0h15 deste sábado ao tentar escapar de dois desconhecidos, um deles armado, na Rua Amélia Eugênia, no bairro da Chácara Húngara, em Diadema, na Grande São Paulo.

Agência Estado |

Armado com um revólver calibre 38, particular, de folga e ocupando uma moto, o soldado, que era lotado no Centro de Suprimentos e Manutenção (CSM) da Polícia Militar, na zona leste de São Paulo, conversava com uma pessoa quando foi abordado pela dupla.

Segundo testemunhas, os dois criminosos não chegaram a anunciar assalto. Um deles sacou uma arma e apontou para René, que ainda teve tempo de acelerar a moto, mas foi baleado nas costas. Um segundo tiro teria acertado o coldre do policial. René ainda percorreu cerca de 500 metros com a moto, caindo na Rua São Luiz.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar ao local encontrou o soldado já morto. Nem a arma nem o revólver da vítima foram levados. O caso foi registrado como homicídio no 1º Distrito Policial de Diadema.

Leia mais sobre polícia

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG