Software do HC mede dose ideal de soro para paciente

A idéia era simples, mas ainda não havia sido colocada em prática. Até que um aluno da pós-graduação em anestesiologia do Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo, decidiu criar um software para medir em tempo real a quantidade de soro que o paciente necessita durante uma cirurgia.

Agência Estado |

O resultado foi a queda no tempo médio de internação e menos complicações no período pós-operatório.

Estudos preliminares realizados com pacientes do HC indicaram que o tempo médio que os pacientes permanecem na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) caiu de 4 dias para 1,4 com o uso da nova tecnologia, e o período de internação no pós-operatório caiu de 9 para 3 dias. Todos haviam passado por cirurgias de alto risco e tinham outras doenças associadas.

“Antes, tínhamos de parar o que estávamos fazendo durante a cirurgia para calcular e chegar ao valor exato da quantidade de soro que deveria ser administrado. Apesar de confiável, isso atrapalha o procedimento”, diz o anestesiologista Marcel Rezende Lopes, criador do software.

O programa desenvolvido no HC estabelece as quantidades que devem ser administradas ao paciente de acordo com a variação da pressão arterial e freqüência cardíaca entre os movimentos de inspiração e expiração. A novidade foi acoplada ao monitor de sinais vitais utilizado nas operações, o que facilita o trabalho dos médicos.

Testes

O método já foi testado no Instituto do Coração (Incor) e na Santa Casa de Passos, em Minas. O estudo prossegue agora com a participação da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Faculdade de Medicina de Catanduva, interior do Estado, além de ser testado durante o acompanhamento de cerca de 300 pacientes - todos de alto risco - do HC. O Instituto do Câncer de São Paulo também terá o software. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG