Sobreviventes de Eldorado dos Carajás receberão pensão do governo

BELÉM - A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, sancionou as leis que prevêem pensões especiais a 22 trabalhadores rurais sobreviventes do massacre de Eldorado do Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996. As leis foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira e entram em vigor a partir da data de sua publicação.

Redação |

Além das indenizações, é garantido pelo governo do Estado atendimento médico às famílias das vítimas e aos sobreviventes.

Dezenove sem-terra foram mortos em confronto com a Polícia Militar em 17 de abril de 1996. total da indenização, por danos morais e materiais, é de R$ 1,2 milhão, o que deve garantir indenizações individuais entre R$ 30 mil e R$ 90 mil.

Na mesma edição, constam duas leis que dispõem sobre a concessão de pensões especiais a uma irmã e um genitor de duas vítimas do episódio Meninos emasculados de Altamira, entre 1989 e 1993. O valor das pensões para os dois casos é de R$ 415, que será reajustado de acordo com os índices de reajustes da remuneração dos servidores públicos estaduais.

Leia mais sobre: Eldorado dos Carajás

    Leia tudo sobre: carajás

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG