Sobe para nove o número de mortos por causa da chuva em São Paulo

SÃO PAULO - Chega a nove o número de mortes por causa da chuva que atingiu São Paulo na madrugada de quinta-feira. Os bombeiros localizaram por volta das 21h, no bairro do Bertoldo, em Ribeirão Pires, o corpo de uma mulher de 36 anos que estava desaparecida após um deslizamento de terra. Ela é a mãe de duas meninas que também morreram soterradas no local.

iG São Paulo |

  • "Ouvi um estrondo e a casa tinha sumido"
  • Mais uma vez, temporal para São Paulo
  • Veja imagens do caos provocado pela chuva em São Paulo
  • Minha Notícia: tem informações sobre a chuva? Envie ao iG
  • AE
    Deslizamamento de terra atinge casa no Grande ABC

    Deslizamamento de terra atinge casa em Ribeirão Pires, no Grande ABC

    Por volta das 16h, os bombeiros tinham localizado os corpos de um casal na Rua Rio Icatu, no Grajaú. A filha do casal também foi encontrada morta. A menina chegou a ser socorrida com vida dos escombros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu quando recebia atendimento médico no Pronto Socorro da região.

    Outras quatro pessoas, que também foram resgatadas neste soterramento, foram encaminhadas ao Pronto Socorro do Grajaú. Uma delas, uma criança, foi localizada graças ao barulho do choro dela sob a terra.

    Em outro desabamento, na zona oeste de São Paulo, o aposentado Roberto de Fazzio, de 75 anos, morreu soterrado em um desabamento na Rua Rifaina, Pompeia. A terra de um barranco próximo deslizou com as águas da chuva e derrubou a casa da vítima, perto das 2h.

    Grande São Paulo

    Em Santo André, o corpo de um homem, de aproximadamente 45 anos, foi localizado por volta das 11h30 no Jardim Santo André. Ele era morador da região e morreu soterrado após um deslizamento de terra.

    Em Mauá, uma mulher morreu após ser soterrada em um deslizamento de terra. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do Hospital Nardini. Outras duas pessoas (uma criança e um adulto) foram resgatadas com vida neste soterramento registrado por volta das 4h45 na rua Jair Donizete Bonasi, na Chácara Maria Francisca.

    Com as vítimas desta quinta-feira, o Estado de São Paulo já registra 59 mortes desde dezembro - o dobro do verão passado.

    Futura Press
    Bombeiros trabalham na zona sul de São Paulo

    Bombeiros trabalham na zona sul de São Paulo

    Trailer soterrado

    Também foi registrado o desabamento de um barranco nas proximidades do número 2.000 da Avenida Sumaré, na região de Perdizes, zona oeste. A terra atingiu o trailer onde mora o caseiro José Pereira de Oliveira de 58 anos. Ele dormia no momento do acidente, pouco depois das 3h. Oliveira acordou com o estrondo do deslizamento e conseguiu deixar o trailer pela parte de trás. Ele sofreu apenas pequenas escoriações nas mãos. "Eu vivi de novo. Dou graças a Deus que eu e o meu cachorro, o Mailon, estamos vivos", disse o caseiro.

    Oliveira mora no trailer instalado no local há quatro anos e afirma nunca ter enfrentado problemas com a chuva. "Eu não esperava isso (o deslizamento). Meu documentos e tudo o que eu tenho está lá dentro. Nem sei direito o que eu perdi de vez. Mas mesmo assim acho que tive sorte de escapar", avaliou.

    (*com informações da Agência Estado)

    Leia também:

    Leia mais sobre: chuvas

    • Leia tudo sobre: alagamentochuvassão paulotransito

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG