FLORIANÓPOLIS - O Estado de Santa Catarina registra nesta terça-feira 71 municípios em situação de emergência por causa das chuvas e dos vendavais que atingiram o Estado na última semana. Além das cidades que decretaram a medida, mais nove foram afetadas pelas chuvas da última semana, totalizando 80 municípios atingidos, de acordo com a Defesa Civil estadual.

Deste total, 65 foram incluídos no decreto assinado pelo governador Luiz Henrique (PMDB) no dia 10. Os demais, Três Barras, Orleans, Içara, Meleiro, Imaruí e Turvo, decretaram emergência após esta data.

Agência Estado
Menino improvisa uma balsa para se deslocar em uma rua alagada pelas cheias do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (14). Subiu para onze o número de cidades gaúchas que estão em situação de emergência devido às chuvas que atingiram o Estado na última semana, deixando 2.231 pessoas desabrigadas e mais 2.050 desalojadas, segundo informações da Defesa Civil estadual.

Menino improvisa uma balsa para se deslocar no Rio Grande do Sul, na segunda-feira

Segundo o secretário estadual de Defesa Civil, major Márcio Luiz Alves, o decreto estadual abrangeu os 65 municípios que haviam registrado ocorrência até a data da assinatura pelo governador. "Isso não significa que os outros municípios que tiveram problema não serão atendidos com recursos ou medidas emergenciais. Esta foi apenas uma forma de dar celeridade ao processo de decretação para envio de reconhecimento ao governo federal", explica Alves.

O número de pessoas desabrigadas e desalojadas diminuiu, conforme novo relatório da Defesa Civil Estadual divulgado nesta terça-feira. Até as 13 horas desta terça-feira, 1.877 pessoas continuavam desabrigadas e havia 9.765 desalojadas em todo o Estado.

Conforme informações do coordenador regional da Defesa Civil em Araranguá, Djalma Niles, o nível do Rio Araranguá, por volta das 9 horas desta manhã, estava a 1,85 metro acima do nível normal.

Leia também:

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.