Sobe para 38 o número de municípios em emergência em Santa Catarina

FLORIANÓPOLIS ¿ Subiu para 38 o número de municípios de Santa Catarina em situação de emergência por causa dos fortes temporais e ventos que atingiram o Estado na madrugada da última terça-feira, segundo informou a Defesa Civil Estadual. No total, 1.482 pessoas estão desabrigadas e 16.300 estão desalojadas em 68 cidades catarinenses afetadas pelo mau tempo.

Redação |

AE
Estragos causados no município de Guaraciaba, no extremo oeste de Santa Catarina, onde quatro pessoas morreram

Estragos causados em Guaraciaba, em SC, onde quatro pessoas morreram

Guaraciaba, no extremo-oeste do Estado, foi o município mais afetado pelo mau tempo e decretou situação de calamidade pública. Na cidade, cerca de 70% das edificações sofreram algum dano com os temporais e as aulas estão suspensas por tempo indeterminado.

De acordo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), Guaraciaba e o município de Salto Veloso foram atingidos por tornados cujos ventos atingiram uma velocidade que variou entre 120 e 180 km/h.  

Cestas básicas

Cerca de 10 mil cestas básicas encaminhadas pela Defesa Civil Nacional estão sendo enviadas aos municípios mais afetados pelas enchentes em Santa Catarina, segundo informou a Defesa Civil do Estado.

O município de São Miguel do Oeste, onde 450 pessoas foram afetadas pelo vendaval, receberá 3 mil cestas ainda nesta quinta-feira. As cidades de Santa Cecília, Monte Castelo e Lebon Régis também serão beneficiadas pela carga, que saiu da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) de Herval do Oeste pela manhã.

Ivan Asolin

Mau tempo causou destruição em Guaraciaba, que decretou calamidade pública 

Nesta quinta-feira, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, garantiu ao governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, que dará toda a assistência necessária às vítimas dos efeitos dos ventos e das chuvas no Estado. De acordo com Vieira Lima, o repasse de recursos abrangerá também uma ajuda aos pequenos agricultores que foram prejudicados pelo mau tempo.

Na quarta-feira, o governador Luiz Henrique assinou o decreto de Situação de Emergência em Santa Catarina em função dos estragos causados pelos fortes temporais. O governador encaminhou o decreto para Brasília acompanhado de um relatório com a avaliação dos danos.

Segundo levantamento do governo, a necessidade imediata do Estado é de pelo menos cinco mil colchões e entre 400 e 500 mil telhas de fibrocimento para atender a população que teve suas casas devastadas.

Divulgação

Tornado causou danos em cerca de 70% das construções da cidade de Guaraciaba

Previsão do tempo

De acordo com a meteorologia, a previsão é de tempo instável em Santa Catarina, com condições de chuva, que devem ser mais persistentes nesta quinta-feira.

Entre a sexta-feira e o sábado, a instabilidade ganha força com a formação de uma nova frente fria no Sul do Brasil. Persiste o risco de temporal com chuva moderada a forte em alguns momentos, ventos fortes e granizo isolado, mas não da mesma magnitude do que ocorreu na madrugada da terça-feira. As temperaturas ficam mais baixas nos próximos dias.

A Defesa Civil alerta para o risco de deslizamentos, principalmente no município de Rio do Sul, no alto do vale do Itajaí, onde sete famílias já foram desalojadas ou desabrigadas. Já em Araranguá, no sul do Estado, a preocupação é com a elevação do rio Araranguá.

Estado de emergência em Santa Catarina

Leia também:

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasmeteorologiatemporaistornado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG