Sobe para 15 os municípios atingidos pela chuva em SC

FLORIANÓPOLIS - Já são 15 os municípios de Santa Catarina que registraram prejuízos em decorrência do vendaval e chuva de granizo que atingiram as regiões Oeste, Grande Florianópolis e Sul do Estado entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo. A Defesa Civil estima que o número de casas danificadas ultrapasse 1,5 mil e o número de pessoas diretamente afetadas chegue a 6 mil.

Agência Estado |

No início da noite deste domingo, apenas Antônio Carlos encaminhou o decreto de situação de emergência.

Em todo Estado, os dados oficiais, conforme relatórios das prefeituras, são de 1.121 edificações danificadas. No Sul, em Arroio do Silva, 253 casas foram destelhadas e, em Balneário Gaivota, 301 foram danificadas e há 50 pessoas desalojadas. Araranguá possui 562 residências atingidas. Em Içara, há 35 pessoas desalojadas e 10 desabrigadas. São João do Sul contabiliza 97 desalojados e 83 casas danificadas.

Na Grande Florianópolis, conforme o prefeito de Antônio Carlos, Geraldo Pauli, a área rural do município foi a mais afetada, pois o granizo prejudicou as lavouras de hortaliças. No Oeste, os bombeiros militares de Chapecó atenderam cerca de 80 ocorrências por causa do granizo e vendaval. Ruas obstruídas pela queda de árvores já foram liberadas, segundo os bombeiros.

Para cobrir os telhados danificados, as prefeituras de Biguaçu e Governador Celso Ramos receberam durante a madrugada 12 e 7 rolos de lona, respectivamente. Nesta manhã, a Defesa Civil comprou mais 20 rolos de lona para atender os municípios, sendo que seis rolos já foram destinados a Governador Celso Ramos. Um rolo de lona possui cerca de 600 metros quadrados e é suficiente para cobrir 15 casas, segundo o secretário da Defesa Civil Estadual, Márcio Luiz Alves.

Os municípios afetados são: Angelina, Antônio Carlos, Araranguá, Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Biguaçú, Chapecó, Governador Celso Ramos, Içara, Ilhota, Imbituba, Passo de Torres, Santa Rosa do Sul, São João do Sul e Sombrio.

De acordo com a Epagri/Ciram, um sistema de baixa pressão se intensifica no Rio Grande do Sul e forma uma nova frente fria que mantém o tempo fechado com temporais e chuvas. A previsão para amanhã é chuva forte com temporais no início do dia e chuva menos intensa, mas persistente durante a tarde, mantendo as condições de alagamentos e deslizamentos.

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasprevisão do tempo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG