Sobe para 14 o número de casos suspeitos de gripe suína no Brasil, segundo ministério

BRASÍLIA - O número de casos suspeitos de gripe suína no Brasil dobrou de sexta-feira para sábado, passando de sete para 14, segundo balanço divulgado neste sábado pelo Ministério da Saúde.

Redação com Agência Brasil |

Seis casos são no Estado de São Paulo, quatro no Rio de Janeiro, três em Minas Gerais e um no Espírito Santo. Segundo o ministério, 37 casos estão sendo monitorados em 14 Estados. Trinta e oito casos foram descartados por critérios clínicos e epidemiológicos ou laboratoriais. 

Segundo o boletim oficial do Ministério da Saúde, o aumento no número divulgado se deve à mudança no conceito de casos suspeitos e ao monitoramento feito com o objetivo de ampliar a vigilância.

São suspeitos os casos de pessoas que apresentam sintomas da gripe suína em até dez dias após ter estado em países que reportam casos da doença ou em contato com pacientes suspeitos de terem contraído o vírus A H1N1.

Quanto aos casos em monitoramento, além de pessoas provenientes de países afetados e que apresentam alguns dos sintomas, também passaram a ser acompanhadas pessoas provenientes de países não afetados.

De acordo com o Gabinete Permanente de Emergências do Ministério da Saúde, a mudança foi feita diante da ampliação do número de países com confirmações da doença e, ainda, o aumento de áreas afetadas pelo vírus dentro de alguns desses países.

Os sintomas que podem indicar casos suspeitos da doença são febre alta de maneira repentina e tosse, podendo estar acompanhadas de dores de cabeça, dores musculares e nas articulações e dificuldade respiratória.

Nome da doença

Na quinta-feira, a OMS mudou o nome da gripe suína para gripe A H1N1. Segundo Dick Thomson, porta-voz da instituição, o nome foi trocado porque o vírus "é cada vez mais humano e cada vez tem menos a ver com o animal". "Recebemos muitas consultas de associações de animais e produtores questionando o nome, e finalmente decidimos trocá-lo", disse Thomson.

Até agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou 658 casos da doença em 17 países . No México, país com mais registros da gripe suína, já são 397 casos confirmados, com 16 mortes. Nos Estados Unidos, há 160 casos comprovados e uma morte.

*com reportagem de Sarah Barros

Ministro da Saúde comenta sobre ações de prevenção no Brasil

Entenda a gripe suína

Gripe suína no Brasil

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG