Sobe para 126 total de mortos por chuvas em SC

SANTA CATARINA - A Defesa Civil de Santa Catarina confirmou o registro de mais três mortes na manhã desta quinta-feira. O número de mortes chega a 126, de acordo com a Defesa Civil.

Redação com Agência Estado |

Outras 27 pessoas seguem desaparecidas e 33.479 pessoas estão desalojados e desabrigados, sendo 6.243 desabrigados e 27.236 desalojados.

Divulgação
Divulgação
Corpos foram encontrados nas cidades de Ilhota e Luís Alves

Doenças

Após as enchentes, também foram registrados casos de leptospirose. Já são 41 casos da doença confirmados no Estado, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. Além disto, existem 260 casos de suspeita em análise.

Além da leptospirose, os períodos após as enchentes são marcados por  infecções intestinais. A secretaria alerta que o período de incubação da leptospirose, que é transmitida por roedores domésticos, vai de um a 30 dias após o contato com o agente infeccioso, e os sintomas variam desde febre alta, dor de cabeça e dores musculares, até quadros mais graves, podendo ocorrer icterícia (coloração amarelada em pele e mucosas), insuficiência renal, hemorragias e alterações neurológicas que podem levar à morte.

As recomendações para evitar a contaminação são de que as populações atingidas pela enchente devem evitar o contato com a água restante das chuvas e a lama acumulada.

Animais

Até a última quarta-feira, o Estado de Santa Catarina havia contabilizado um total de 1.500 animais mortos durante as chuvas. Em Itajaí, são 850 mortos e a operação começou em 30 de novembro.

No total, cerca de 1.350 bovinos, 200 ovinos e sete eqüinos foram enterrados e as propriedade rurais foram as mais prejudicadas.

A Secretaria do Estado orienta que animais de pequeno porte como roedores, aves, gatos e cachorros, mortos em áreas urbanas, deverão ser colocados em sacos plásticos e encaminhados aos aterros sanitários.

Os de grande porte, como vacas e cavalos, deverão ser enterrados apenas por veterinários em valas com profundidade mínima de dois metros, cobertos com uma camada de cal e terra que impedeçam a proliferação de doenças.

Veja também:

Leia mais sobre: Santa Catarina

    Leia tudo sobre: santa catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG