Sob pressão, reitor da UnB pede afastamento por 60 dias

Pressionado por um movimento dos estudantes pela sua renúncia, o reitor da Universidade de Brasília (UnB), Timothy Martin Mulholland, anunciou hoje que pediu afastamento do cargo por um prazo de 60 dias. Mulholland divulgou um comunicado que foi lido durante assembléia dos professores da UnB.

Agência Estado |

Há exatamente uma semana, os estudantes ocuparam a reitoria da universidade para pedir a renúncia do reitor.

No comunicado, o reitor justificou que sua decisão foi tomada com "o objetivo de assegurar os princípios constitucionais da eficiência, publicidade, moralidade, impessoalidade, legalidade e transparência na apuração dos fatos" a ele imputados. O reitor é acusado pelo Ministério Público de ter usado de forma irregular recursos da área de pesquisa. Assumirá a reitoria o vice-reitor Edgar Mamiya. Após o anúncio do afastamento, os estudantes que ocupam a reitoria da UnB continuavam mobilizados e gritavam palavras de ordem.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG