Tamanho do texto

Sob chuva forte, familiares, amigos, políticos e partidários acompanharam o enterro do ex-prefeito Celso Pitta no final da tarde deste sábado, no cemitério Getsêmani, em São Paulo. Não houve discursos, apenas uma salva de palmas, ao mesmo tempo em que algumas pessoas repetiram em voz alta o nome Pitta, Pitta, Pitta! Dos familiares mais próximos, foram ao enterro a mãe de Pitta, dona Zuleica, de 89 anos, a viúva, Rony Golabeck, e os filhos Vítor e Roberta Pitta.

O economista e ex-prefeito Celso Pitta morreu ontem à noite, aos 63 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele estava internado desde 3 de novembro e tinha câncer no intestino. Celso Pitta esteve à frente da Prefeitura de São Paulo de janeiro de 1997 a dezembro de 2000.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.