Sob calor de 37º, cariocas passam o feriado na praia

No feriado do Dia da Consciência Negra, as praias do Rio ficaram lotadas hoje. Antes das 10 horas da manhã, os termômetros já marcavam 37 graus, e o céu azul isso animou os moradores da cidade.

Agência Estado |

O metrô e os ônibus em direção à zona sul ficaram lotados.

Ao longo do dia, a temperatura não variou muito e foi preciso muita disposição para permanecer na praia; o calor era tanto que poucos se arriscavam a correr no calçadão. Ao meio-dia, já não era mais possível encontrar barracas de sol para alugar ou mesmo espaço na areia. O mar estava calmo.

Violência

Duas semanas após um tumulto que levou pânico à praia do Arpoador, na zona sul, um suposto assaltante foi morto hoje à tarde no local, lotado de cariocas e turistas. João Maria Ferreira, de 25 anos, estaria ameaçando banhistas com um estilete e foi denunciado por um barraqueiro.

O Grupo de Ações Táticas (GAT) da Polícia Militar foi ao local e abordou o homem. Ele teria reagido e atacado um policial, que atirou. Ferreira foi levado para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu.

No último dia 7, uma briga entre banhistas gerou pânico nas milhares de pessoas que estavam no Arpoador. Houve tumulto, correria e arrastões que se estenderam até a praia do Leblon, cerca de dois quilômetros a frente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG