Skaf procura PT para tentar sair candidato em SP

A indefinição a respeito do candidato que representará o projeto do governo federal na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes no ano que vem levou o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PSB), a sair a campo para tentar diminuir a resistência do PT a seu nome. Skaf deu início à movimentação há mais de um mês, quando procurou o presidente nacional do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP).

Agência Estado |

Na conversa, ele pediu ao petista aval para conversar com líderes da legenda, na tentativa de amenizar as resistências ao seu nome.

O próprio Berzoini se encarregou de passar a ele uma lista dos petistas que poderiam ser procurados para continuar a articulação. Skaf já conversou com o senador Aloizio Mercadante (SP) e com o líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP). Procurou ainda o líder do PT na Assembleia paulista, Rui Falcão, ligado à ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy, e se encontrou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recentemente na sede da Fiesp.

A cúpula do PT defende a aliança com o PSB em São Paulo, desde que o candidato seja o deputado Ciro Gomes (PSB) - ideia, aliás, do próprio Lula, que se dá bem com Ciro. No entanto, o deputado resiste à ideia. No caso de Skaf, a história é bem diferente. O presidente da Fiesp não tem o respaldo da cúpula petista, isso sem contar a relação ruim com Lula no passado recente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG