Situação nos aeroportos é tranqüila, diz Anac

A situação nos principais aeroportos do país é tranqüila, segundo informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), divulgadas no fim da manhã de hoje. Segundo a Anac, a pontualidade nos vôos está próxima aos menores índices registrados ao longo de 2008.

Agência Estado |

Até as 12h de hoje, 13,7% dos vôos no Brasil estavam com atraso superior a 30 minutos, mas em apenas 5,3% o atraso se estendia por mais de 60 minutos. A Gol/Varig reduziu seus índices de atrasos para 19,5%.

Como era esperado para o dia de hoje, em que o movimento na ponte aérea é menor, o índice de cancelamentos é de 9,3%, sendo 23% em Congonhas, na zona sul de São Paulo. A maior parte dos cancelamentos hoje representa reajuste na malha aérea das companhias e ajuda na redução dos atrasos. Até o final da manhã de hoje, a Anac constatou que todos os passageiros estão chegando a seus destinos.

Já a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) informou que dos 965 vôos programados até as 13 horas de hoje, 139 deles registraram atrasos, o que representa 14,4% do total. O índice de cancelamentos chegou a 9,7%, contabilizando 94 decolagens canceladas.

Segundo boletim da Infraero, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, teve 30 cancelamentos e apenas um vôo estava com atraso no período. Em Guarulhos, o Aeroporto de Cumbica estava com seis cancelamentos e 27 atrasos, de um total de 108 vôos marcados.

As empresas aéreas Gol e TAM acumulavam 28 atrasos e 50 cancelamentos. De acordo com a Infraero, 36 vôos da Gol foram cancelados e outros 65 estavam com atrasos de mais de meia hora, de um total de 292 programados. A TAM contabilizava 14 cancelamentos e 32 atrasos, do total de 361 previstos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG