Sites terão número ilimitado de extensão para domínios

Organização que supervisiona os endereços de internet, a Corporação da Internet para Números e Nomes Atribuídos (Icann, na sigla em inglês) aprovou, como era esperado, uma proposta para criar um número ilimitado dos chamados domínios de topo, as extensões ou sufixos que aparecem no final dos endereços da web, como .com.

Agência Estado |

De acordo com a proposta, a Icann, organização não lucrativa que atua como regulador para a internet, permitirá o registro de qualquer domínio de topo.

Empresas, por exemplo, poderão usar marcas, como ".ibm", ou ".ebay" nos seus endereços de internet. Também podem ser solicitados registros de domínios temáticos, como ".news" (ou ".notícias") e ".sports (".esportes"). Segundo o site do The Wall Street Journal , os pedidos de registro de novos domínios de topo poderão começar a ser feitos por volta de abril do ano que vem e os primeiros sites com os novos nomes deverão estrear na internet no final de 2009. O registro de um novo domínio de topo deve custar entre US$ 100 mil e US$ 500 mil, informou a Icann.

Segundo a Dow Jones, a organização também aprovou um plano para permitir que os endereços usem caracteres não utilizados no idioma inglês, uma medida que muitos consideram fundamental para tornar a internet acessível ao público da Ásia, da África, do Oriente Médio e de outras partes do mundo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG