deterioração das liberdades na América Latina - Brasil - iG" /

SIP vê deterioração das liberdades na América Latina

A 66ª Assembleia-Geral da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) foi encerrada ontem com um alerta sobre a deterioração das liberdades na América Latina. A SIP, que reuniu mais de 500 editores de jornais das Américas ao longo de cinco dias em Buenos Aires, apresentou relatório anual no qual aponta ação coordenada de governos para controlar a imprensa, além da atitude, por parte de altos dirigentes de submeter os meios de comunicação ao desprestígio.

Agência Estado |

Destaca ainda "um avanço fora do normal da violência contra os jornalistas" na região.

Segundo a SIP, a América Latina está sendo assolada pela "proliferação de mecanismos legislativos e arbitrárias decisões judiciárias" que em um "ambiente de debilitamento da democracia servem para assediar" os jornalistas e as empresas de mídia. O relatório condena a prisão de 27 jornalistas em Cuba, que receberam penas de 1 a 28 anos de detenção, por tentar exercer a liberdade de expressão no país. Exige sua "liberação incondicional" e o fim das "ações repressivas" contra blogueiros independentes na ilha.

A entidade também ressaltou preocupação pelo assassinato de 16 jornalistas nos últimos oito meses - metade no México. E pediu "maior empenho na investigação" dos crimes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG