negligência de pais - Brasil - iG" /

Sinopse de imprensa - União suspende Bolsa Família de 21 mil por negligência de pais

As famílias de mais de 21 mil crianças e adolescentes de todo o país não receberam o dinheiro do Bolsa Família referente a fevereiro e março porque os pais não mandaram os filhos para a escola, segundo um levantamento feito pelo Ministério da Educação. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira.

Redação |

O programa paga às famílias mais pobres (com renda de até R$ 120 por pessoa) um valor de R$ 20 a R$ 182 mensais. O valor recebido por família varia de acordo com a renda e o número de filhos. Para obter o dinheiro, as crianças precisam receber todas as vacinas obrigatórias e ter pelo menos 85% de freqüência nas aulas.

Segundo a publicação, em fevereiro e março, perto de 172,5 mil crianças e adolescentes tiveram freqüência escolar inferior ao mínimo de 85%. Cerca de 56 mil, porém, tiveram faltas que o governo "perdoa", e o benefício não foi cortado. Quando o aluno fica doente, algum parente morre, falta transporte escolar ou o colégio não abre em razão de violência ou desastre natural, as faltas são justificadas.

Ainda de acordo com a "Folha", no caso dos demais 116,5 mil estudantes, as faltas não foram aceitas, e a bolsa foi suspensa temporariamente ou cancelada. É nesse grupo que se encaixam os 21 mil estudantes que não foram à escola por negligência dos pais.

Houve também casos de gravidez na adolescência, violência doméstica, exploração sexual e trabalho infantil.

Leia mais sobre: Bolsa Família

    Leia tudo sobre: bolsa família

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG