Sinopse de imprensa: Tião Viana omitiu patrimônio quando concorreu ao Senado

BRASÍLIA - O petista Tião Viana, do Acre, que disputou com José Sarney a Presidência do Senado, em 2008, ocultou patrimônio da Justiça Eleitoral. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira, na campanha para senador, em 2006, Viana não declarou um terreno no melhor condomínio residencial de Rio Branco, adquirido dois anos antes.

Redação |

J. Freitas/Agência Senado
Tião Viana, que disputou a presidência da Casa
De acordo com a publicação, a compra do terreno foi registrada no cartório de imóveis de Rio Branco com valor de R$ 30 mil. No terreno, Viana e sua mulher construíram uma casa de 477 metros quadrados, concluída em maio de 2007. A casa foi avaliada em R$ 600 mil, no termo de habite-se emitido pela prefeitura.

José Sarney (PMDB-AP) também não informou à Justiça Eleitoral a casa onde mora, em Brasília, avaliada em R$ 4 milhões, e atribuiu a omissão, primeiro, a um erro de seu contador e, depois, a mero ""esquecimento". A assessoria do senador Tião Viana alegou que o terreno não foi declarado à Justiça Eleitoral porque pertencia à mulher dele, Marlúcia Cândida Viana.

Mas, como o senador é casado em regime de comunhão total de bens, o imóvel pertence aos dois, segundo tributaristas ouvidos pela "Folha".
Na sexta-feira, segundo o jornal, o advogado do senador deu outra explicação para o fato: disse que o partido preparou a relação entregue à Justiça Eleitoral com base na declaração de Imposto de Renda dele em 2006. Ocorre que o terreno constava apenas da declaração de Imposto de Renda da mulher naquele ano.

De acordo com a assessoria do senador, Tião Viana passou a incluir o imóvel em sua declaração de Imposto de Renda a partir de 2007, e, em 2006, ele e a mulher pegaram financiamento na Caixa Econômica Federal para construir a casa.

Leia também:

Leia mais sobre: Tião Viana

    Leia tudo sobre: parlamentaressenadosenadorestião viana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG